Claudio Eucostelguy, esse nome soa como o de um herói de filme heroico. O Claudio tem a mesma visão que a Vinhetica : três anos antes do nosso projeto, ele já sonhava em mostrar o exemplo com viticultura razoada, oleicultura de ponta e produção de queijo de cabra inovadora…

Ha mais de seis anos que ele plantou as videiras, três anos que seleciona uma raça de ovelhas “leiteiras” e, esse ano, ele planta suas primeiras oliveiras.
Pelo meu pai, nascido em Saint-Jean-de-Luz e pelos homens que encontrei la, tenho um grande respeito pelo pais vasco.Homens de tradição e trabalho, as vezes contrabandistas, porém sempre autênticos.
O que mais normal para um vasco nascido no Uruguay do que viver numa cidade de fronteiras abertas como é Santana do Livramento?
Apaixonado pela França e pelo Pais Vasco, seu pais de sangue. Naturalmente, ele se orientou para o plantio de Arinarnoa. Casta criada ha cinquenta anos por um vasco, cujo nome em vasco significa “vinho leve agradável”.
A procura de uma casta inovadora, com belo potencial, para realizar um vinho frutado com bom frescor, o homem, o lugar e as uvas me conquistaram. E por isso que hoje encontra o Arinarnoa no vinho tinto “Terroir de Rouge” da Vinhetica.